internet-carro

A Internet no carro vai surpreender o consumidor e permitir o acesso ao e-mail, ler notícias ou ligar-se redes socais

De acordo com um comunicado divulgado pelo IEEE – Institute of Electrical and Electronics Engineers, em 2025 serão cerca de 60% os veículos ligados à Internet, oferecendo melhores funcionalidades ao nível da segurança e também ao nível comodidade. Boas noticias  e sinal de inovação no segmento automóvel. São também boas notícias para outros setores de atividade económica.

A sua empresa e o seu negócio devem estar atentos a estes alertas e antecipar soluções para projetar marcas e produtos por via da Web.

Não basta ter o WordPress, é necessário aperfeiçoar.O seu Site ou Loja Digital com ‘Chave na Mão’, ficará pronto a atualizar, por si, sem necessidade de conhecimentos de programação e num curto espaço de tempo. Dependendo da complexidade do seu projeto, poderá ter online o seu site ou loja digital, em cerca de 2 a 3 dias.

Tal como o segmento tecnológico, o segmento do automóvel inova a bom ritmo. Tudo indica que os automóveis do futuro (próximo) serão na sua maioria elétricos, autónomos, com muita tecnologia a auxiliar e a fazer a “ponte” entre todos sistemas.

Já existem fabricantes (como a Audi)  que estão a incorporar nos automóveis um conjunto de tecnologias (como por exemplo, bluetooth), que permitirão a ligação e interação do veículo dispositivos móveis. “A confiança em sistemas de tecnologia automatizada é a chave para a ampla adoção de veículos autónomos”, referiu Alberto Brogg, membro do IEEE e professor na Universidade de Parma, Itália.

A adoção generalizada de carros “inteligentes”, permitirá aos consumidores interagir com os seus veículos através dos seus dispositivos móveis. Além disso, será também comum a compra de pacotes de dados móveis a operadoras para transformar o nosso caso num autêntico hotSpot.

Os veículos que se encontram ligados à Internet vão poder oferecer um conjunto de interessantes funcionalidades, podendo o utilizador e o próprio veículo tirar proveito das informações adquiridas online (ex. trânsito, estado do piso, informações de outros condutores, etc).  Hoje, sabemos os Portugueses passam uma média de 5 horas por dia ligados à Internet,  se eles tiverem a possibilidade de aceder à Internet, enquanto viajam de carro e, enquanto esperam nas filas de trânsito,  o tempo despendido na Internet e as pesquisas online vão ser muito superiores às que se fazem actualmente. Os consumidores vão passar mais tempo online em busca de informações, soluções  e produtos.

Brogg refere também que “É incrível pensar que há apenas seis anos, os smartphones não existiam e agora as pessoas não podem viver sem eles. Esta dependência que os consumidores têm adquirido será o catalisador para veículos autónomos, levando as pessoas a confiar em tecnologias automatizadas. Dentro dos próximos cinco anos, as vias de circulação serão dedicadas para o uso específico de veículos autónomos.

Caso queira aproveitar esta dica e, antecipar-se em relação aos seus concorrentes mas, não tem um site, nem um domínio, não se preocupo terá aqui uma solução adaptada a vários dispositivos móveis ,  eficiente e económica para colocar, num curto prazo, o seu negócio na Internet.

A notícia publicada online, pelo Jornal i, vem confirmar este avanço global.

Audi, Google e NVIDIA unem-se para trazer Android ao universo automóvel

 

Audi - automóveis inteligentes Audi – automóveis inteligentes

A Open Automotive Alliance (OAA) é uma aliança entre representantes dos sectores tecnológico e automóvel com o objetivo de trazer a plataforma Android ao mercado automóvel

Os automóveis inteligentes e “conectados” estão cada vez mais próximos de se tornarem uma realidade. Para levar a cabo esta visão futurista, foi hoje anunciada a criação de uma nova aliança industrial entre empresas tecnológicas como a Google e a NVIDIA a fabricantes de automóveis como a Audi, GM, Honda e Hyundai. O objetivo é o de alavancar a utilização do Android dentro deste mercado.

 

A cargo da OAA irá ficar o desenvolvimento de ferramentas para programadores, que permitam a criação e construção de apps Android para automóveis. Espera-se igualmente a adesão de mais fabricantes a esta aliança, embora sobre este aspeto não tenham sido adiantados mais detalhes. Espera-se, contudo, que os primeiros automóveis Android cheguem ao mercado ainda este ano.

 

Segundo avançou ainda o site PhoneArena, a utilização deste sistema em carros já se encontra a ser negociada entre a OAA e a National Highways Traffic Safety Administration (NHTSA), uma entidade governamental norte-americana inserida no departamento dos transportes.

 

Além da plataforma da Google, gigantes tecnológicas como a Apple também já disponibilizam soluções semelhantes dentro do mesmo segmento de mercado. A empresa liderada por Tim Cook, por exemplo, conta com uma lista de parceiros que inclui nomes como a Ferrari, Mercedes Benz e Jaguar, entre outras, que permitem integrar o iOS nos seus veículos.

Fontes: Jornal i e pplware